Quando realizas operações bancárias e pagamentos através da internet ou do telemóvel (smartphone), está atento a possíveis situações de fraude. Em caso de dúvida, fecha a janela e tira dúvidas com os teus pais e com o teu banco.
O que podes fazer para te proteger?
  • Se desconfiares de fraude, age rapidamente. +
     Contacta imediatamente o teu banco através dos contactos que este te indicou ou através do contacto constante da lista de emissores dos cartões de pagamento, disponível no site do Banco de Portugal e no Portal do Cliente Bancário; Pede imediatamente o cancelamento das credenciais de acesso ao homebanking ou, se for o caso, do cartão; Participa a situação fraudulenta ao órgão de polícia criminal mais próximo (PSP, GNR ou PJ) ou ao Ministério Público.
  • Se perderes o teu cartão bancário, participa o desaparecimento. +
     Contacta imediatamente a entidade que emitiu o cartão se o tiveres perdido, se ele tiver sido roubado, furtado ou apropriado indevidamente por alguém, ou se suspeitares que o cartão foi clonado ou falsificado; Podes consultar os contactos das entidades emitentes de cartões no site do Banco de Portugal e no Portal do Cliente Bancário.
  • Conhece os teus direitos e deveres. +
     Se forem realizadas operações de pagamento que não autorizaste, podes ter de suportar até um máximo de 50 euros; Se mentires ou se não tiveres cumprido as regras de segurança, podes ter de suportar um valor superior a 50 euros; Caso tenha havido perda, roubo ou apropriação indevida das credenciais de acesso ao homebanking ou do cartão e caso tenhas alertado o teu banco desse facto, não poderás ser chamado a pagar os valores que forem movimentados sem autorização após esse alerta.
 Quando realizas operações bancárias e pagamentos através da internet ou do telemóvel (smartphone), está atento a possíveis situações de fraude. Em caso de dúvida, fecha a janela e tira dúvidas com os teus pais e com o teu banco.
O que podes fazer para te proteger?
  • Se desconfiares de fraude, age rapidamente. +
     Contacta imediatamente o teu banco através dos contactos que este te indicou ou através do contacto constante da lista de emissores dos cartões de pagamento, disponível no site do Banco de Portugal e no Portal do Cliente Bancário; Pede imediatamente o cancelamento das credenciais de acesso ao homebanking ou, se for o caso, do cartão; Participa a situação fraudulenta ao órgão de polícia criminal mais próximo (PSP, GNR ou PJ) ou ao Ministério Público.
  • Se perderes o teu cartão bancário, participa +
o desaparecimento.
     Contacta imediatamente a entidade que emitiu o cartão se o tiveres perdido, se ele tiver sido roubado, furtado ou apropriado indevidamente por alguém, ou se suspeitares que o cartão foi clonado ou falsificado; Podes consultar os contactos das entidades emitentes de cartões no site do Banco de Portugal e no Portal do Cliente Bancário.
  • Conhece os teus direitos e deveres. +
     Se forem realizadas operações de pagamento que não autorizaste, podes ter de suportar até um máximo de 50 euros; Se mentires ou se não tiveres cumprido as regras de segurança, podes ter de suportar um valor superior a 50 euros; Caso tenha havido perda, roubo ou apropriação indevida das credenciais de acesso ao homebanking ou do cartão e caso tenhas alertado o teu banco desse facto, não poderás ser chamado a pagar os valores que forem movimentados sem autorização após esse alerta.
 Quando realizas operações bancárias e pagamentos através da internet ou do telemóvel (smartphone), está atento a possíveis situações de fraude. Em caso de dúvida, fecha a janela e tira dúvidas com os teus pais e com o teu banco.
O que podes fazer para te proteger?
  • Se desconfiares de + 
fraude, age rapidamente.
     Contacta imediatamente o teu banco através dos contactos que este te indicou ou através do contacto constante da lista de emissores dos cartões de pagamento, disponível no site do Banco de Portugal e no Portal do Cliente Bancário; Pede imediatamente o cancelamento das credenciais de acesso ao homebanking ou, se for o caso, do cartão; Participa a situação fraudulenta ao órgão de polícia criminal mais próximo (PSP, GNR ou PJ) ou ao Ministério Público.
  • Se perderes o teu cartão + bancário, participa o desaparecimento.
     Contacta imediatamente a entidade que emitiu o cartão se o tiveres perdido, se ele tiver sido roubado, furtado ou apropriado indevidamente por alguém, ou se suspeitares que o cartão foi clonado ou falsificado; Podes consultar os contactos das entidades emitentes de cartões no site do Banco de Portugal e no Portal do Cliente Bancário.
  • Conhece os teus direitos +
e deveres.
     Se forem realizadas operações de pagamento que não autorizaste, podes ter de suportar até um máximo de 50 euros; Se mentires ou se não tiveres cumprido as regras de segurança, podes ter de suportar um valor superior a 50 euros; Caso tenha havido perda, roubo ou apropriação indevida das credenciais de acesso ao homebanking ou do cartão e caso tenhas alertado o teu banco desse facto, não poderás ser chamado a pagar os valores que forem movimentados sem autorização após esse alerta.