Está aqui

Uma Perspetiva Sobre a Redistribuição do Rendimento em Portugal e na União Europeia

Authors 
Ano de Divulgação 
2012
Resumo 
Este artigo pretende avaliar o impacto e a eficiência das políticas redistributivas em Portugal e na União Europeia. A análise baseia-se nos microdados da EU-SILC 2010 e centra-se no papel das prestações em dinheiro (excluindo pensões) e dos impostos sobre o rendimento. A economia portuguesa apresenta uma desigualdade do rendimento elevada no quadro da União Europeia e regista um grau de redistribuição próximo da média europeia. Em termos de eficiência, a evidência sugere que as prestações em dinheiro (excluindo pensões) em Portugal são orientadas de forma relativamente eficiente para os escalões de rendimento mais baixos e que os impostos sobre o rendimento apresentam um grau de progressividade superior à média europeia. A análise permite também evidenciar a heterogeneidade do processo redistributivo nos vários decis da distribuição do rendimento em Portugal.
Link para documento 
Publicado como 
Tags