Está aqui

Uma análise do mercado do medicamento em Portugal

Ano de Divulgação 
2014
Resumo 
Este artigo acompanha os principais desenvolvimentos do mercado do medicamento em Portugal ao longo da última década. Neste âmbito é de destacar o crescimento das quantidades transacionadas, em paralelo com uma redução dos preços no retalho resultante de uma intensa intervenção legislativa. Esta segunda tendência tem travado a progressão da despesa em medicamentos (dispensados em ambulatório), permitindo mesmo alguma redução deste agregado, nos últimos anos. A evolução verifi cada refl ete uma diminuição das rendas económicas auferidas pelos diversos agentes do mercado, em benefício do Serviço Nacional de Saúde. O aumento da concorrência nos segmentos do mercado abertos à entrada de medicamentos genéricos tem tido uma contribuição importante para este resultado. A estimação de uma função procura de medicamentos permite concluir que a sensibilidade das quantidades consumidas ao preço é relativamente reduzida, situando-se no limite superior das estimativas de estudos para outros países. Além disso, infere-se que a resistência à prescrição de genéricos tem diminuído, sendo que, em condições de equivalência, os prescritores já induzem o consumidor a adquirir preferencialmente genéricos. De futuro, a continuação da penetração dos genéricos no mercado deverá passar sobretudo pelo incremento das substâncias farmacológicas por estes abrangidas.
Link para documento 
Publicado como 
Tags