Está aqui

Segmentar os salários

Ano de Divulgação 
2013
Resumo 
A proteção do emprego acarreta custos para as empresas, que reduzem a procura de trabalho, e benefícios para os trabalhadores, que aumentam a oferta de trabalho. Em equilíbrio, os salários caem e o emprego pode também cair. Contudo, num mercado de trabalho segmentado, as diferentes margens de ajustamento conduzem a resultados que variam com o grau de proteção. Em 2004, uma reforma do código do trabalho aumentou a proteção do emprego para os contratos permanentes num subconjunto de empresas (o grupo de tratamento), deixando-a inalterada para outras empresas (o grupo de controle). O ambiente quase-experimental permite obter evidência causal que aponta para (i) uma redução dos salários para os novos contratos permanentes e para contratos a prazo e (ii) nenhum impacto no salário dos trabalhadores permanentes com maior antiguidade. As reduções estimadas para os novos contratos oscilam entre -0,9 e -0,5 pontos percentuais, permitindo às empresas cobrir uma parte significativa do aumento esperado com  custos de despedimento.
Link para documento 
Publicado como 
Tags