Está aqui

Insolvência e reestruturação de empresas no período COVID-19

Authors 
Ano de Divulgação 
2022
Resumo 
Como evoluíram os mecanismos de insolvência e de reestruturação de empresas durante a pandemia de COVID-19? Apesar da contração da atividade económica, o número de pedidos de insolvência e de reestruturação manteve-se estável em 2020 e desceu consistentemente abaixo da média histórica em 2021. Esta evolução foi condicionada por fatores com efeitos opostos. A contração da atividade económica conduziu a um aumento do número de pedidos de insolvência e de reestruturação. Nos setores de atividade mais expostos à pandemia, o número de pedidos situou-se acima da média histórica em 2020 e manteve-se em linha com a média histórica em 2021. Nos setores restantes, o número de pedidos manteve-se abaixo da média histórica em 2020 e 2021. Os resultados empíricos baseados numa experiência natural mostram que a moratória de crédito, uma medida de apoio à continuação da atividade das empresas, reduziu o recurso à insolvência. As restrições introduzidas pelo estado de emergência tiveram um impacto negativo mas reduzido no número de novos pedidos.
Link para documento 
Tags