Está aqui

Indicador compósito de stress financeiro para Portugal

Autores 
Teresa Balcão Reis
Inês Pereira
José Pedro Braga
Ano de Divulgação 
2014
Resumo 
Este artigo propõe um Indicador Compósito de Stress Financeiro para Portugal (ICSF). Dado que a instabilidade financeira pode ter um impacto significativo na economia real, a medição e monitorização dos níveis de stress financeiro podem contribuir para a adoção de políticas adequadas. Seguindo a metodologia de Holló et al. (2012), a construção do ICSF passa pela agregação de cinco subíndices relativos ao mercado monetário, mercado obrigacionista, mercado acionista, intermediários financeiros e mercado cambial num indicador compósito, usando princípios da portfolio theory (em que a agregação dos subíndices traduz a estrutura dinâmica de correlações cruzadas). O artigo demonstra que o ICSF identifica e mede de forma adequada os eventos de instabilidade que ocorreram nos mercados financeiros nacionais desde 1999, evidenciando em alguns momentos uma clara diferenciação face a indicadores compósitos de stress relativos à área do euro.
Link para documento