Está aqui

VALORA, S.A.

A VALORA, S.A. é a empresa impressora de notas detida a 100% pelo Banco de Portugal. Funciona nas instalações do Banco de Portugal no Carregado desde 1999, data em que iniciou a sua atividade fabril.

A VALORA produz a quota-parte de notas de euro que é atribuída ao Banco de Portugal.

No Eurosistema, a produção de notas é descentralizada: cada banco central nacional é responsável, anualmente, pela produção de uma ou mais denominações, para emissão interna e para fornecer a outros bancos centrais. Esta produção pode ser feita com recurso a impressores próprios, como é o caso da VALORA, ou a impressores privados.

Nota produzida em Portugal - M

As notas de euro produzidas na VALORA podem ser facilmente identificadas através do número de série, que se inicia sempre com a letra M.

A produção de notas na VALORA cumpre integralmente os exigentes padrões de ambiente, saúde e segurança internacionais, nomeadamente os definidos pelo Banco Central Europeu para a produção de notas de euro. A produção da VALORA está certificada de acordo com as normas internacionais da Qualidade, Ambiente e Segurança, respetivamente ISO 9001, ISO 14001 e OHSAS 18001.

 

A VALORA não fabrica moeda metálica. Em Portugal, a moeda metálica é produzida pela Imprensa Nacional-Casa da Moeda, embora seja o Banco de Portugal que a coloca em circulação.

Com o objetivo de maximizar a capacidade produtiva instalada e aumentar os níveis de eficiência, a VALORA também produz notas não euro para exportação. Entre 2017 e 2020, foram produzidos cerca de 437 milhões de notas. Esta orientação estratégica permitiu que a VALORA atingisse em 2020 um volume total de 496,9 milhões de notas euro e não euro e um nível de produtividade idêntico ao dos impressores privados.

 

Acordo entre o Banco de Portugal e os bancos centrais da Bélgica e da Áustria

Para aumentarem a eficiência na produção de notas de euro, os bancos centrais nacionais com impressores próprios têm estabelecido parcerias. É o caso do Banco de Portugal, que, desde 2017, mantém um acordo de cooperação com o Banque National de Belgique (BNB) e o Oesterriechische Nationalbank (OeNB).

Este acordo, pioneiro no Eurosistema, prevê que as quotas de produção atribuídas à Bélgica, Portugal e Áustria sejam fundidas e repartidas equitativamente pelo Banco de Portugal e pelo OeNB e produzidas, respetivamente, pela VALORA e pela OeBS.

A estreita colaboração entre os três bancos centrais na produção conjunta de notas de euro previne a duplicação de trabalho, evita a interrupção da produção decorrente de situações imprevistas, permite economias de escala, favorece a troca de experiências e boas práticas e salvaguarda e consolida o conhecimento especializado restrito a um grupo estável de profissionais.

 

Produção atribuída ao Banco de Portugal (milhões de notas)*

Ano

Denominação

Série

Quantidade

2006

20

1

213,6

2007

20

1

187,9

2008

5

1

192,1

2009

20

1

287,7

2010

5

1

229,4

2011

10

1

157,9

2012

10

1

239,0

2013

20

1

215,2

2014

20

1

194,0

20

2

44,1

50

2

20,0

2015

5

2

77,4

50

2

77,7

2016

50

2

120,3

2017

20

2

144,0

2018

20

2

118,1

2019

5

2

131,3

2020

5

2

335,5

2021

5

2

323,6

2022

10

2

75,9

20

2

252,8

* Produção atribuída ao Banco de Portugal e adjudicada à VALORA, S.A.; a produção efetiva poderá divergir da produção atribuída desde que respeitado o intervalo de variação estabelecido pelo Eurosistema. A partir de 2020, corresponde à produção atribuída ao Banco de Portugal no âmbito do acordo de cooperação estabelecido com o BNB e o OeNB.

Tags