Mensagem de erro

Está aqui

SDDS Plus: indicadores para Portugal

O Banco de Portugal, o Instituto Nacional de Estatística, o Ministério das Finanças e a Euronext Lisboa reportam ao Fundo Monetário Internacional (FMI) um conjunto de indicadores estatísticos padronizados sobre a economia portuguesa no âmbito do SDDS Plus, o sistema de comunicação estatística mais exigente do FMI.

O SDDS (do inglês, Special Data Dissemination Standard) Plus foi criado pelo FMI com o objetivo de reforçar a transparência, integridade, atualidade e qualidade da informação estatística.

A informação reportada por Portugal ao FMI inclui indicadores sobre o setor real, o setor fiscal, o setor financeiro, o setor externo e dados sociodemográficos.

 

Portugal pioneiro

O SDDS Plus sucedeu ao SDDS e é o nível mais exigente de difusão estatística definido pelo FMI. Portugal foi um dos nove países aderentes a este sistema na data do seu lançamento, a 18 de novembro de 2014. 

Em fevereiro de 2015, Portugal integrou o grupo restrito de oito países que conseguiram corresponder a esse novo padrão e foi o único a satisfazer integralmente, desde o início, as nove categorias exigidas pelo FMI para a divulgação da informação estatística do SDDS Plus.

Pode consultar os requisitos e os países que fazem parte do SDDS Plus no sítio do FMI.

 

Tags