Está aqui

Participar uma infração

O Banco de Portugal incentiva as pessoas que tenham conhecimento de indícios sérios de infrações às regras aplicáveis às instituições de crédito e às sociedades financeiras a fazer uma participação através do formulário eletrónico disponível nesta página.

 

Que tipo de infrações é possível participar?

Através deste formulário, é possível participar ao Banco de Portugal infrações a deveres previstos:

  • No Regime Geral das Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras;
  • No Regulamento (UE) n.º 575/2013, de 26 de junho de 2013, relativo aos requisitos prudenciais para as instituições de crédito e para as empresas de investimento.

 

Como se faz a participação?

Passo 1: Preencha o formulário eletrónico

  • Embora sejam aceites participações anónimas, a indicação da identidade e dos contactos do autor da participação permite ao Banco de Portugal, caso necessário, solicitar informações adicionais.
  • A informação deve ser apresentada de forma precisa e o mais completa possível.

 

Passo 2: Apresente os documentos comprovativos

O Banco de Portugal recomenda a apresentação dos documentos que fundamentam a participação.

  • Faça o upload dos documentos diretamente através do formulário; ou
  • Envie os documentos comprovativos para o endereço postal disponibilizado após o preenchimento do formulário; neste caso, indique o número de referência fornecido aquando do preenchimento do formulário eletrónico.

 

Confidencialidade

O Banco de Portugal garante a proteção dos dados pessoais recolhidos através do formulário para participação de infrações, nos termos da Lei n.º 67/98, de 26 de outubro.

É igualmente garantida a confidencialidade sobre a identidade do autor da participação a todo o tempo ou até ao momento em que essa informação seja exigida para salvaguarda dos direitos de defesa dos visados pela denúncia, no âmbito das investigações a que a mesma dê lugar ou de processos judiciais subsequentes.

Antes de submeter a sua participação, por favor leia atentamente a informação relativa à Proteção de Dados Pessoais.

As participações efetuadas não podem, por si só, servir de fundamento à instauração pela instituição de crédito de qualquer procedimento disciplinar, civil ou criminal relativamente ao autor da participação, exceto se as mesmas forem deliberada e manifestamente infundadas.

Todas as participações devem ser efetuadas de boa-fé e com motivos razoáveis. A utilização deliberada e manifestamente infundada do formulário de participação de infrações pode constituir infração penal.

Nota: O formulário de participação de infrações não se destina à apresentação de reclamações de clientes bancários relativamente à atuação de instituições de crédito e de sociedades financeiras. As reclamações dos clientes bancários podem ser apresentadas ao Banco de Portugal através de formulário próprio, disponível no Portal do Cliente Bancário.

Tags