Está aqui

Economia numa imagem

Economia numa imagem

O recurso ao teletrabalho durante a pandemia foi muito heterogéneo por setor de atividade

30.10.2020

Economia numa imagem: O recurso ao teletrabalho durante a pandemia foi muito heterogéneo por setor de atividade

 

O aumento do recurso ao teletrabalho foi uma das estratégias adotadas pelas empresas para manterem o pessoal efetivamente a trabalhar e, simultaneamente, garantirem o distanciamento físico e social. Contudo, algumas profissões, condicionadas pelas tarefas subjacentes, são pouco propensas a teletrabalho, como empregados de mesa ou operadores de máquinas, enquanto em outras profissões a possibilidade do trabalho ser executado remotamente é muito elevada, como programadores informáticos ou professores.

Uma vez que a possibilidade de teletrabalho depende das próprias características das funções desempenhadas, a sua utilização foi muito heterogénea em termos de profissões e setores de atividade. No segundo trimestre de 2020, os setores do alojamento e restauração, da construção, o setor primário e os setores da saúde, da indústria transformadora e do comércio registaram as menores percentagens de teletrabalho relativamente ao emprego total do setor. Pelo contrário, os setores das atividades de informação e comunicação, da educação, dos serviços financeiros e seguros e dos serviços de consultoria, científicos e técnicos apresentaram as maiores parcelas de indivíduos a trabalhar remotamente durante mais de 14 dias de um dado conjunto de quatro semanas consecutivas.

 

 

Para mais detalhes, ver Secção 3.1 “A utilização do teletrabalho em Portugal” publicada no Boletim Económico do Banco de Portugal de outubro de 2020.

 

Preparado por Sónia Cabral e Ana Catarina Pimenta. As análises, opiniões e resultados expressos neste espaço são da exclusiva responsabilidade dos autores e não coincidem necessariamente com os do Banco de Portugal ou do Eurosistema. 

 

Se desejar receber um e-mail quando for publicado um novo “Economia numa imagem” envie o seu pedido para info@bportugal.pt