Está aqui

Economia numa imagem

Economia numa imagem

Apesar de alguns progressos recentes o grau de digitalização da economia portuguesa permanece abaixo da média da União Europeia

26.06.2020

Economia numa imagem: Apesar de alguns progressos recentes o grau de digitalização da economia portuguesa permanece abaixo da média da União Europeia

Existe um consenso alargado de que as tecnologias digitais se tornarão cada vez mais importantes para os processos de produção e que assumirão um papel central na forma como as empresas se irão relacionar entre si e com os seus consumidores finais no futuro. Esta importância é bem ilustrada no atual contexto de crise pandémica, em que as tecnologias digitais têm tido um papel fulcral, permitindo, por exemplo, que várias empresas operem em regime de teletrabalho.

A digitalização pode ser entendida como o processo de integração progressiva das tecnologias digitais nas sociedades, com efeitos na vida quotidiana dos cidadãos e das empresas. De acordo com o Índice de Digitalização da Economia e da Sociedade (Digital Economy and Society Index – DESI) de 2020, calculado pela Comissão Europeia, Portugal ocupa o 19.º lugar entre os 28 países da União Europeia (o valor de 2020 deste indicador foi calculado com a informação disponível até 2019, pelo que inclui o Reino Unido). O DESI é um indicador compósito que agrega cinco grandes dimensões com ponderações distintas: conetividade, capital humano, uso da internet, integração de tecnologias digitais e digitalização dos serviços públicos. Apesar de Portugal registar progressos nas diversas dimensões nos últimos cinco anos, estes são inferiores aos observados em média nos restantes países da União Europeia. Portugal tem o melhor desempenho relativo ao nível da conetividade (12º lugar) e na dimensão de digitalização dos serviços públicos (13º lugar). Em contraste, e apesar de alguns progressos recentes, o pior desempenho relativo observa-se no grau de utilização da internet (24º lugar) e no nível de capital humano (21º lugar).

 

Para mais detalhes ver https://ec.europa.eu/digital-single-market/en/desi e a Caixa “Qual o grau de digitalização da economia portuguesa?”, publicado no Boletim Económico do Banco de Portugal de maio de 2020.

Preparado por Fernando Martins. As análises, opiniões e resultados expressos neste espaço são da exclusiva responsabilidade dos autores e não coincidem necessariamente com os do Banco de Portugal ou do Eurosistema.

 

Se desejar receber um e-mail quando for publicado um novo “Economia numa imagem” envie o seu pedido para info@bportugal.pt