Está aqui

Economia numa imagem

Economia numa imagem

As novas empresas convergem para o nível de produtividade das instaladas

10.05.2019

As novas empresas convergem para o nível mediano de produtividade das instaladas

A mediana das empresas mais jovens converge para o nível de produtividade aparente do trabalho da empresa instalada correspondente. As mais produtivas das empresas recém-chegadas conseguem mesmo, ao fim de algum tempo em atividade, superar as melhores empresas que já se encontravam no mercado. As empresas que não sobreviveram ao longo da última década eram menos produtivas, apontando para um processo de seleção das melhores empresas. 

Uma análise para o conjunto das empresas mostra que o perfil da produtividade nos diferentes setores se manteve aproximadamente inalterado na última década. No entanto, assistiu-se a alguma recomposição intersectorial, com uma maior criação de empresas nos setores mais produtivos.

 

Para mais detalhes consultar o Tema em destaque “Produtividade aparente do trabalho em Portugal na última década: uma abordagem ao nível da empresa”, publicado no Boletim Económico do Banco de Portugal, de maio de 2019.

Preparado por Ana Fontoura Gouveia, Ana Catarina Pimenta e Manuel Coutinho Pereira. As análises, opiniões e resultados expressos neste espaço são da exclusiva responsabilidade dos autores e não coincidem necessariamente com os do Banco de Portugal ou do Eurosistema.

 

Se desejar receber um email quando for publicado um novo “Economia numa imagem” envie o seu pedido para info@bportugal.pt.