Está aqui

Economia numa imagem

O impacto orçamental das medidas de resposta à pandemia e ao aumento dos preços em 2022 é semelhante ao do ano anterior

18.11.2022

Economia numa imagem: O impacto orçamental das medidas de resposta à pandemia e ao aumento dos preços em 2022 é semelhante ao do ano anterior

O saldo orçamental no primeiro semestre, corrigido de medidas temporárias, apresentou uma melhoria de 6,2 pp face ao período homólogo. Excluindo o efeito da redução dos juros (0,6 pp), esta melhoria é explicada em cerca de um terço pelo menor impacto orçamental das medidas de resposta à pandemia e ao aumento dos preços. Neste período, a despesa com a resposta à pandemia foi muito inferior ao período homólogo, em particular na componente de subsídios às empresas. As medidas de mitigação dos efeitos do aumento dos preços estiveram essencialmente focadas na redução da tributação sobre combustíveis.

No conjunto do ano de 2022, o impacto total destas medidas no saldo orçamental é próximo do verificado nos dois anos anteriores pois a redução dos gastos associados à pandemia é quase totalmente compensada pelo maior custo orçamental com a mitigação dos efeitos do aumento dos preços. A implementação do pacote Famílias Primeiro no último trimestre de 2022 explica, em larga medida, uma maior concentração do impacto de medidas na segunda metade do ano. Este pacote inclui medidas extraordinárias destinadas a pensionistas, trabalhadores, beneficiários de prestações sociais e famílias com crianças e jovens. Ainda assim, existe margem para o cumprimento do objetivo de 1,9% para o défice orçamental em 2022, reiterado na proposta de Orçamento do Estado para 2023.

 

Para mais detalhes, ver a caixa “Desenvolvimentos orçamentais em 2022” do Boletim Económico de outubro de 2022 do Banco de Portugal. 

 

Preparado por Lara Wemans. As análises, opiniões e resultados expressos neste espaço são da exclusiva responsabilidade da autora e não coincidem necessariamente com os do Banco de Portugal ou do Eurosistema.

 

Se desejar receber um e-mail quando for publicado um novo “Economia numa imagem” envie o seu pedido para info@bportugal.pt.