Está aqui

Economia numa imagem

O indicador diário de atividade económica tem sinalizado um abrandamento da atividade ao longo do terceiro trimestre de 2022

30.09.2022

Economia numa imagem: O indicador diário de atividade económica tem sinalizado um abrandamento da atividade ao longo do terceiro trimestre de 2022

 

A pandemia de COVID-19 motivou o desenvolvimento de indicadores compósitos de alta frequência por parte de vários bancos centrais e de instituições internacionais, a fim de monitorizar de forma atempada a evolução das economias. Neste contexto, foi desenvolvido no Banco de Portugal um indicador diário para a atividade económica (DEI) agregando a informação de alta frequência que apresenta historicamente uma melhor relação com a atividade económica em Portugal. O DEI foi utilizado em análises pontuais em 2020 e passou a ser divulgado semanalmente desde o início de 2021.

Apesar de na sua génese ter sido desenvolvido para acompanhar a evolução da atividade económica em Portugal durante a pandemia, com destaque para os períodos de confinamento, o DEI tem-se mostrado um instrumento útil para monitorizar a economia portuguesa no pós-pandemia. Em particular, a evolução recente do DEI aponta para um abrandamento da atividade económica ao longo do terceiro trimestre de 2022, sobretudo a partir de agosto.

 

 

Para mais detalhes, ver Lourenço e Rua (2020), “The DEI: tracking economic activity daily during the lockdown”, Working Paper No 13, Banco de Portugal e Lourenço e Rua (2021), “The Daily Economic Indicator: tracking economic activity daily during the lockdown”, Economic Modelling, Vol. 100, July 2021, 105500. 

 

Preparado por Nuno Lourenço e António Rua. As análises, opiniões e resultados expressos neste espaço são da exclusiva responsabilidade dos autores e não coincidem necessariamente com os do Banco de Portugal ou do Eurosistema.

 

Se desejar receber um e-mail quando for publicado um novo “Economia numa imagem” envie o seu pedido para info@bportugal.pt.