Está aqui

Economia numa imagem

Economia numa imagem

A evolução do salário mediano dos jovens tem acompanhado o aumento do salário mínimo nacional

18.03.2022

Economia numa imagem: A evolução do salário mediano dos jovens tem acompanhado o aumento do salário mínimo nacional

 

A evolução do salário líquido mediano reportado pelos jovens dos 16 aos 24 anos no Inquérito ao Emprego tem vindo a mimetizar a do salário mínimo nacional. Tal resultado reflete o facto dos jovens auferirem, em elevada proporção, o salário mínimo. Entre 2011 e 2021 o salário mínimo nacional registou um aumento de 180 euros enquanto o salário líquido mediano dos jovens até aos 24 anos subiu 200 euros. Neste período, observaram-se aumentos do salário líquido mediano em todos os escalões etários.

 

Este perfil observa-se também no salário de entrada dos jovens no mercado de trabalho, sendo de referir que o salário líquido mediano de entrada daqueles que completaram o ensino superior é superior ao dos restantes. Por setor de atividade, observa-se igualmente alguma diferenciação, com o valor mais baixo a registar-se na construção e o mais elevado nos serviços mais qualificados.

 

 

Para mais detalhes ver Caixa 5 “A situação dos jovens no mercado de trabalho durante a pandemia” publicada no Boletim Económico de dezembro de 2021.

 

Preparado por Vanda Geraldes da Cunha, Fernando Martins e Domingos Seward. As análises, opiniões e resultados expressos neste espaço são da exclusiva responsabilidade dos autores e não coincidem necessariamente com os do Banco de Portugal ou do Eurosistema.

 

Se desejar receber um e-mail quando for publicado um novo “Economia numa imagem” envie o seu pedido para info@bportugal.pt.