Está aqui

Economia numa imagem

Economia numa imagem

A redução nos depósitos das famílias mitigou o efeito dos cortes salariais de 2011-2012 sobre o consumo

26.03.2021

Economia numa imagem: A redução nos depósitos das famílias mitigou o efeito dos cortes salariais de 2011-2012 sobre o consumo

 

No início do programa de assistência económica e financeira a Portugal os salários dos trabalhadores do setor público registaram cortes significativos. Tendo em conta que o choque afetou de forma heterogénea os diferentes concelhos, é possível estimar a resposta dos depósitos e empréstimos das famílias à redução de rendimento resultante dos cortes salariais no setor público no período 2011-2012. 

 

Os cortes salariais implicaram uma redução nos depósitos até cerca de três meses após a redução dos salários, permitindo algum alisamento do seu efeito sobre o consumo das famílias. Com efeito, por cada euro de queda de rendimento disponível, registou-se um efeito negativo na variação dos depósitos das famílias de 57 cêntimos no mês de impacto e de 17 cêntimos ao fim de 3 meses, em termos acumulados. Para períodos mais alargados, o efeito não foi estatisticamente significativo. Em contraste, o recurso ao endividamento não terá tido um papel relevante como mitigador do impacto dos cortes salariais no consumo, num contexto de acentuada restritividade no acesso ao crédito. Com efeito, a resposta do crédito ao consumo também foi negativa, embora de magnitude bastante reduzida. 

 

 

Para mais detalhes ver Alves, N., F. Cardoso e M. Pereira (2020), “Heterogeneous response of consumers to income shocks throughout a financial assistance program”. Banco de Portugal Working Paper 18.

 

Preparado por Nuno Alves, Fátima Cardoso e Manuel Pereira. As análises, opiniões e resultados expressos neste espaço são da exclusiva responsabilidade dos autores e não coincidem necessariamente com os do Banco de Portugal ou do Eurosistema.

 

Se desejar receber um e-mail quando for publicado um novo “Economia numa imagem” envie o seu pedido para info@bportugal.pt