Está aqui

Abordagem à Sustentabilidade

O Banco de Portugal, à semelhança da generalidade dos bancos centrais e supervisores financeiros, tem vindo a integrar nas suas políticas e na sua gestão interna as preocupações de sustentabilidade ESG – sustentabilidade na ótica ambiental, social e do governo das organizações (Environmental, Social and corporate Governance – ESG).

As preocupações ambientais e, dentro destas, as relacionadas com as alterações climáticas têm merecido maior atenção, do Banco de Portugal e dos bancos centrais, em geral, por constituírem uma importante fonte de risco para o balanço das instituições financeiras e também pelo potencial impacto na condução da política monetária.

A abordagem do Banco de Portugal à sustentabilidade ESG encontra-se materializada no documento “Agir pela Sustentabilidade”, que proporciona uma visão integrada do posicionamento do Banco e define as orientações e prioridades que guiarão a sua atuação nesta matéria ao longo do próximo quadriénio, em linha com o Plano Estratégico para 2021-2025.

Até 2025, o Banco de Portugal prosseguirá três eixos de atuação prioritária para incrementar a sustentabilidade ESG no âmbito do seu mandato:  

  • Eixo 1 — Integrar os riscos climáticos nas missões do Banco de Portugal
  • Eixo 2 — Reforçar a sustentabilidade ESG na gestão interna
  • Eixo 3 — Promover a consciência ESG dos trabalhadores e interlocutores externos

As iniciativas a concretizar em cada um dos eixos serão densificadas anualmente e acompanhadas pela Subcomissão para a Sustentabilidade e o Financiamento Sustentável, estrutura que coordena os trabalhos relacionados com a sustentabilidade ESG no Banco de Portugal.

 

CRONOLOGIA

Abordagem à sustentabilidade do Banco de Portugal - Cronologia
Representação institucional

Organismo

Grupo

Central Banks and Supervisors' Network for Greening the Financial System (NGFS)

Plenário

Workstream Supervision (WSS)

Workstream Scenario Design and Analysis (WSSD)

Workstream Monetary Policy (WSMP)

Workstream Net Zero for Central Banks (WSNZ)

Task Force Capacity-Building and Training (TFT)

Task Force Biodiversity Loss and Nature-Related Risks (TFN)

Network Legal Issues (NLI)

BIS

Advisory Committee on Green Bond Initiative

BCE

HLTF (High-Level Task Force on Climate Change-related SRI Principles in Non-monetary Policy Portfolios)

MOC - Monitoring Working Group (MWG) - Sustainable and Responsible Investment Task Force (SURI)

MPC Workstream on Climate Change

WGF Expert Team on Climate Change

GT Green ECB (Environmental Network of Central Banks)

BCE / Supervisory Board

NCA Climate Risk Contact Group

EBA

Sustainable Finance Network

Sustainable Finance Network;
Workstreams on the pillar 1 mandate: (i) Capital requirements

Sustainable Finance Network
Workstreams on the pillar 1 mandate: (ii) Systemic risk buffer, capital conservation buffer, countercyclical buffer

ESRB

ESRB Joint ATC-FSC work on climate risk monitoring (WS1 – Data and measurement)

ESRB Joint ATC-FSC work on climate risk monitoring (WS2 – Modelling climate risk and establishing a firmer base for policy instrument calibration)

ESRB Joint ATC-FSC work on climate risk monitoring (WS3 – Mapping a growing body of analytical findings to policy options)

Grupo de Reflexão para o Financiamento Sustentável

Formato High Level

Formato técnico

CNSF

Grupo de Contacto para a Sustentabilidade e o Financiamento Sustentável

Legislação e Regulamentação

Âmbito nacional

  • Lei n.º 98/2021, de 31/12; Lei de Bases do Clima.
  • Carta Circular n.º CC/2021/00000010 do Banco de Portugal, de 15/4; Definição de expectativas de supervisão sobre a identificação e gestão dos riscos financeiros relacionados com as alterações climáticas e ambientais para as instituições menos significativas.

Âmbito europeu

  • Regulamento (UE) 2020/852 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 18/6, relativo ao estabelecimento de um regime para a promoção do investimento sustentável; Taxonomy Regulation.

    Regulamento Delegado (UE) 2021/2178 da Comissão, de 6/7, que complementa o Regulamento (UE) 2020/852 do Parlamento Europeu e do Conselho especificando o teor e a apresentação das informações a divulgar pelas empresas abrangidas pelos artigos 19.o -A ou 29.o -A da Diretiva 2013/34/UE relativamente às atividades económicas sustentáveis do ponto de vista ambiental, bem como a metodologia para dar cumprimento a essa obrigação de divulgação; Article 8 Disclosures Delegated Act.

    Regulamento Delegado (UE) 2021/2139 da Comissão, de 4/6, que completa o Regulamento (UE) 2020/852 do Parlamento Europeu e do Conselho mediante o estabelecimento de critérios técnicos de avaliação para determinar em que condições uma atividade económica é qualificada como contribuindo substancialmente para a mitigação das alterações climáticas ou para a adaptação às alterações climáticas e estabelecer se essa atividade económica não prejudica significativamente o cumprimento de nenhum dos outros objetivos ambientais; Climate Delegated Act.

  • Regulamento (UE) 2019/2089 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 27/11, que altera o Regulamento (UE) 2016/1011 no que diz respeito aos índices de referência da UE para a transição climática, aos índices de referência da UE alinhados com o Acordo de Paris e à divulgação das informações relacionadas com a sustentabilidade relativamente aos índices de referência; Climate Benchmarks Regulation.
  • Regulamento (UE) 2019/2088, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 27/11, relativo à divulgação de informações relacionadas com a sustentabilidade no setor dos serviços financeiros; Climate Disclosures Regulation.
  • Diretiva 2014/95/UE do Parlamento Europeu e do Conselho, de 22/10, que altera a Diretiva 2013/34/UE no que se refere à divulgação de informações não financeiras e de informações sobre a diversidade por parte de certas grandes empresas e grupos; Non-Financial Reporting Directive (NFRI).
Notícias

[07.09.2022] NGFS atualiza cenários climáticos

[06.07.2022] NGFS publica relatório sobre lacunas de dados climáticos

[02.06.2022] BdP Podcast conversa sobre princípios de investimento responsável

[30.05.2022] Banco de Portugal divulga Carta de Princípios de Investimento Responsável

[19.05.2022] NGFS publica documentos sobre diferenciais de risco associados às alterações climáticas e sobre a incorporação de considerações climáticas nas notações de crédito

[12.05.2022] Nota de Estabilidade Financeira: Autoridade Bancária Europeia inicia reflexão pública sobre tratamento dos riscos climáticos e ambientais em sede de requisitos de fundos próprios (Pilar 1)

[27.04.2022] NGFS publica relatório sobre a transparência dos mercados “verdes”

[01.04.2022] NGFS divulga relatório anual

[24.03.2022] NGFS divulga declaração sobre riscos financeiros relacionados com a natureza

[27.01.2022] Sustentabilidade. Banco de Portugal apresenta visão e prioridades para 2022–2025

[14.12.2021] NGFS publica guia para bancos centrais sobre divulgação de informação relacionada com o clima

[03.11.2021] COP26. Banco de Portugal publica Declaração sobre Ação Climática

[26.10.2021] Riscos climáticos e ambientais. NGFS divulga relatório de progresso sobre o guia para supervisores

[23.07.2021] Banco de Portugal divulga primeiro Relatório de Sustentabilidade

[08.06.2021] NGFS atualiza cenários climáticos para avaliação prospetiva de riscos

[26.05.2021] Setor financeiro. NGFS divulga documento sobre lacunas de dados relativos às alterações climáticas

[15.04.2021] Banco de Portugal publica expetativas de supervisão sobre riscos climáticos e ambientais

[31.03.2021] NGFS divulga análise e indicadores sobre o mercado do financiamento sustentável

[24.03.2021] NGFS divulga documento sobre opções para adaptar operações de política monetária às alterações climáticas

[25.01.2021] Banco de Portugal participa em novo fundo “verde” do BIS

[16.12.2020] NGFS divulga documentos sobre investimento sustentável e responsável e sobre alterações climáticas e operações de política monetária

[10.09.2020] NGFS divulga documentos sobre análise de riscos ambientais no sistema financeiro

[05.03.2020] Banco de Portugal publica compromisso com a sustentabilidade e o financiamento sustentável

[26.09.2019] Banco de Portugal participa em fundo “verde” do BIS

[18.04.2019] Rede internacional para a responsabilidade ambiental no setor financeiro realizou a sua reunião anual

[11.12.2018] Banco de Portugal aderiu a rede internacional que promove a responsabilidade ambiental no setor financeiro

Intervenções públicas e entrevistas

[06.05.2022] Intervenção do Administrador Luís Laginha de Sousa na Conferência ASWP/Serralves 2022 – Smart Growth: o Papel da Economia Circular

[08.04.2022] Intervenção do Governador do Banco de Portugal, Mário Centeno, no 2.º dia da “Grande Conferência Negócios Sustentabilidade 20|30 – O futuro decide-se agora”

[02.03.2022] Intervenção do Administrador do Banco de Portugal, Luís Laginha de Sousa, na abertura do ISEG Sustainable Finance course (apenas em inglês)

[20.10.2021] Intervenções do Administrador do Banco de Portugal, Luís Laginha de Sousa, no Webinar da Euromed "What role for central banks in the crisis, from emergency decisions to green recovery?" (apenas em inglês)

[30.09.2021] Intervenção de abertura do Administrador Luís Laginha de Sousa na Conferência “Sustainable Finance – Preserving ecosystems for future generations”

[15.09.2021] Intervenção do Administrador Luís Laginha de Sousa no "ESCB: Towards a Green and Digital Future? - 2nd Webinar organized for SCECBU’s Trade Union Members": "Central Banks and Environmental Sustainability" (apenas em inglês)

[25.05.2021] Intervenção do Administrador Luís Laginha de Sousa na Conferência "Financiamento sustentável: novos desenvolvimentos" organizada no âmbito da Presidência Portuguesa do Conselho da UE (apenas em inglês)

[25.05.2021] Intervenção do Administrador Luís Laginha de Sousa na Conferência do ISCTE - "A Investigação para a Sustentabilidade": "Investigação para a Sustentabilidade – A perspetiva de um Banco Central"

[10.05.2021] Apresentação de Pedro Duarte Neves, “Climate Change Stress Testing”, no evento Macro-Prudential Policy: Implementing the Financial Stability Mandate, organizado pelo Central Banking (apenas em inglês)

[15.03.2021] Intervenção de abertura do Governador do Banco de Portugal, Mário Centeno, no webinar "Investment, digitalization and green financing: The Portuguese case" (apenas em inglês)

[30.09.2020] Entrevista do Administrador Luís Laginha de Sousa à Network for Greening the Financial System: "In conversation with..." (apenas em inglês)

[15.09.2020] Intervenção de abertura do Administrador Luís Laginha de Sousa no evento “Sustainable Finance – Sharing experiences on green financial services”

[06.03.2020] Entrevista do Administrador Luís Laginha de Sousa ao Eco

[07.03.2019] Intervenção do Administrador Luís Laginha de Sousa no Encontro sobre Financiamento Verde entre o Banco de Portugal e a Delegação de Representantes do Pan-Delta do Rio das Pérolas (China)

 

Redução da pegada ecológica do Banco de Portugal

O Banco de Portugal tem melhorado a eficiência energética das suas operações e reduzido a sua pegada de carbono. 

Em 2020, foi celebrado um novo contrato de energia para todos os edifícios do Banco, com exceção das delegações regionais dos Açores e Madeira, para o fornecimento de energia 100% renovável. 

 

Investimento responsável

[Fev 2021] Eurosystem agrees on common stance for climate-change related sustainable investments in non-monetary policy portfolios

[Jan 2021] Banco de Portugal participa em novo fundo “verde” do BIS

[Set 2019] Banco de Portugal participa em fundo “verde” do BIS