Está aqui

Portugal pioneiro na adesão ao novo sistema de comunicação estatística do FMI

Portugal faz parte do grupo restrito de países que hoje aderem ao novo sistema de comunicação estatística do Fundo Monetário Internacional (FMI), o SDDS (Special Data Dissemination Standard) Plus.

O SDDS Plus é um sistema de comunicação de vanguarda que permitirá disseminar, a nível internacional, informação estatística de alta qualidade, mais detalhada e mais comparável.

A participação no SDDS Plus reforça a credibilidade das estatísticas portuguesas e resulta do trabalho conjunto do Banco de Portugal, do Instituto Nacional de Estatística e do Ministério das Finanças, que permitiu cumprir todos as exigências do FMI.

Além de Portugal, aderem hoje ao SDDS Plus Alemanha, Espanha, EUA, Filipinas, França, Itália, Países Baixos e Suécia.

O SDDS Plus

O SDDS Plus é o novo sistema de comunicação estatística do FMI.

Sucede ao SDDS, o sistema que o FMI criou em 1996 para reforçar a transparência, integridade, atualidade e qualidade da informação estatística internacional. Portugal aderiu ao SDDS em outubro de 1998.

O SDDS Plus é um sistema mais rigoroso, mais detalhado e com nova informação estatística, criado para suprir algumas lacunas de informação identificadas durante a crise financeira global.

Para aderirem ao SDDS Plus, os países têm de cumprir, além dos compromissos inerentes ao SDDS, requisitos adicionais relativos a nove categorias de informação estatística e adotar boas práticas sobre a cobertura, a periodicidade e pontualidade, a acessibilidade, a integridade e a qualidade da informação disseminada.

Lisboa, 18 de novembro de 2014