Está aqui

Banco de Portugal publica online coleção de obras clássicas do pensamento económico português

O Banco de Portugal publicou online a Coleção de Obras Clássicas do Pensamento Económico Português.

A Coleção de Obras Clássicas do Pensamento Económico Português integra 20 obras que marcam a reflexão, em Portugal, sobre problemas económicos e financeiros entre o final do século XVIII e meados do século XX.

Esta série foi originalmente publicada pelo Banco de Portugal entre 1990 e 1998, com o propósito de divulgar obras há muito esgotadas ou textos até então disponíveis apenas sob a forma manuscrita. Está, a partir de agora, acessível em formato digital no site do Banco de Portugal.

A Coleção de Obras Clássicas do Pensamento Económico Português foi compilada pelo Centro de Investigação Sobre Economia Portuguesa do Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade Técnica de Lisboa, sob coordenação do professor José Luís Cardoso e consultoria de Manuel Jacinto Nunes, antigo Governador do Banco de Portugal. Foi patrocinada pelo Banco de Portugal e pela Fundação Calouste Gulbenkian.

 “Não são momentos de glória que se procuram patrioticamente revisitar através da leitura de textos de economistas passados. Mas são momentos e registos de um património histórico que involuntariamente transportamos e que nos permite detetar continuidades e permanências, mas também mudanças e ruturas, nos modos como são analisados e perspetivados os problemas económicos e financeiros que o país foi vivendo ao longo dos tempos”, explica José Luís Cardoso na nota de abertura que assinala a divulgação online da coleção.

A coleção de Obras Clássicas do Pensamento Económico Português integra as seguintes obras:

  1. Memórias Económicas da Academia Real das Ciências de Lisboa, para o Adiantamento da Agricultura, das Artes, e da Indústria em Portugal, e suas ConquistasTomo I, Tomo II, Tomo III, Tomo IV e Tomo V, (1789-1815). Introdução e direção de edição: José Luís Cardoso.
  2. Memórias Políticas sobre as Verdadeiras Bases da Grandeza das Nações, e principalmente de Portugal – Tomos I a III, de Joaquim José Rodrigues de Brito (1803-1805). Introdução e direção de edição: José Esteves Pereira.
  3. Ensaio Económico sobre o Comércio de Portugal e suas Colónias, de J. J. da Cunha Azeredo Coutinho (1794). Introdução e direção de edição: Jorge Miguel Pedreira.
  4. Economia Política, de M. J. R. (1795). Introdução e direção de edição: Armando Castro.
  5. Escritos Económicos EscolhidosTomo I e Tomo II, de José da Silva Lisboa (1804 – 1820). Introdução e direção de edição: António Almodovar.
  6. Compêndio de Economia Política, de Manuel de Almeida (1821). Introdução e direção de edição: Maria de Fátima Brandão.
  7. Textos Políticos, Económicos e FinanceirosTomo I e Tomo II, de D. Rodrigo de Souza Coutinho (1783 – 1811). Introdução e direção de edição: Andrée Mansury Diniz Silva.
  8. Aritmética Política, Economia e Finanças, de Domingos Vandelli (1770 – 1804). Introdução e direção de edição: José Vicente Serrão.
  9. Sintelologia e Economia Política, de José Ferreira Borges (1831 – 1834). Introdução e direção de edição: António L. Sousa Franco.
  10. Estudos e Elementos de Economia PolíticaTomo I e Tomo II, de Adrião Pereira Forjaz de Sampaio (1839 – 1874). Introdução e direção de edição: Alcino Pedrosa.
  11. Leituras e Ensaios de Economia Política, de Francisco Solano Constâncio (1808 – 1842). Introdução e direção de edição: José Luís Cardoso.
  12. A Matemática na Economia Pura: A Troca, de António Horta Osório (1911). Introdução e direção de edição: Manuel Farto. 
  13. Textos Escolhidos de Economia Política e Social, de Silvestre Pinheiro Ferreira (1813 – 1851). Introdução e direção de edição: José Esteves Pereira.
  14. Obras Económicas EscolhidasTomo I e Tomo II, de José Joaquim Rodrigues de Freitas (1872 –1889). Introdução e direção de edição: António Almodovar. 
  15. Princípios de Economia Política, de José Frederico Laranjo (1891). Introdução e direção de edição: Carlos Bastien.
  16. O Ágio do Ouro e Outros Textos Económicos, de António de Oliveira Salazar (1916 – 1918). Introdução e direção de edição: Nuno Valério.
  17. Ciência Económica, de José Ferreira Marnoco e Sousa (1910). Introdução e direção editorial: Maria de Fátima Brandão.
  18. Portugal Económico e Outros Escritos Económicos e Financeiros, de Anselmo de Andrade (1911 – 1925). Introdução e direção editorial: David Justino.
  19. Textos de Economia e Política Agrária e Industrial, de Ezequiel de Campos (1918 – 1944). Introdução e direção editorial: Fernando Rosas.
  20. Linha de Rumo I e II e Outros Escritos Económicos - Tomo I, Tomo II e Tomo III, de J. N. Ferreira Dias Jr. (1926 – 1962). Introdução e direção editorial: José Maria Brandão de Brito.