Está aqui

Banco de Portugal é o segundo empregador mais desejado entre os jovens portugueses

Banco de Portugal é o segundo empregador mais desejado entre os jovens portugueses

O Banco de Portugal é o segundo empregador preferido dos universitários portugueses, de acordo com o estudo anual da consultora Universum, que foi divulgado este sábado pelo semanário Expresso.

O resultado agora alcançado representa uma melhoria em relação ao obtido no estudo do ano passado: em 2016, o Banco ocupava o 3.º lugar no ranking das empresas mais desejadas pelos estudantes portugueses.

“Esta distinção que é feita ao Banco de Portugal enquanto empregador, a par de outras recentemente divulgadas, reconhece sobretudo a qualidade dos seus colaboradores e o trabalho que a Instituição tem vindo a desenvolver. Mas é também o reconhecimento do esforço que tem vindo a ser realizar nos últimos anos, por um lado, na melhoria das políticas de gestão de recursos humanos e, por outro, na aproximação do Banco às universidades e ao mercado de trabalho em geral, através de um conjunto vasto de iniciativas de comunicação e de informação. Este resultado é motivo de satisfação para o Conselho de Administração e também um importante estímulo para continuar a apostar na melhoria da gestão e no reforço da capacitação dos colaboradores do Banco”, sublinha o Administrador do Banco de Portugal, Hélder Rosalino.

Para este estudo, a consultora Universum inquiriu mais de oito mil estudantes universitários de 26 instituições de ensino, entre novembro de 2016 e abril de 2017.

Nos últimos anos, o Banco de Portugal tem apostado numa relação de maior proximidade com o meio universitário. O Banco mantém um conjunto de protocolos com três das principais instituições de ensino superior do País – Universidade Católica, Universidade Nova de Lisboa e ISCTE – para recrutar talentos e apoiar a formação de quadros. Celebrou também acordos para a realização de estágios de verão no Banco com aquelas três instituições de ensino superior e com o ISEG.

O Banco organiza anualmente um dia aberto (open day) para universidades. Este ano, o Open Day do Banco de Portugal trouxe à Sede cerca de uma centena de alunos finalistas de cursos de economia da Universidade Nova de Lisboa, da Universidade Católica de Lisboa, do ISCTE e do ISEG.

O Banco está também presente na rede social LinkedIn.