Está aqui

Banco de Portugal divulga indicadores das empresas não financeiras da Central de Balanços – 2013

O Banco de Portugal divulga hoje os Quadros do Setor e os Quadros da Empresa e do Setor de 2013. Os quadros apresentam indicadores sobre as empresas não financeiras da Central de Balanços do Banco de Portugal, que representam mais de 90% do universo das empresas não financeiras em Portugal.

Os Quadros do Setor apresentam indicadores sobre os setores de atividade e as classes de dimensão das empresas não financeiras portuguesas e incluem um conjunto de rácios europeus para cada setor de atividade. Estes quadros podem ser consultados no sítio do Banco de Portugal e no BPstat Estatísticas online e, a partir de agora, passam a fornecer informação anual a partir de 2010.

Os Quadros da Empresa e do Setor, com indicadores sobre cada empresa não financeira e sobre o respetivo setor e classe de dimensão, são disponibilizados gratuitamente às empresas pelo Banco de Portugal, na “Área de Empresa” do sítio institucional.

Nova série de Quadros do Setor, com informação desde 1995

O Banco de Portugal também divulga hoje um novo conjunto de informação sobre as empresas não financeiras da Central de Balanços: a Série Longa dos Quadros do Setor, com informação anual a partir de 1995. Esta série  disponibiliza um conjunto selecionado de indicadores para os quais se garante uma maior comparabilidade dos conceitos utilizados.

Em simultâneo, o Banco de Portugal publica o Estudo da Central de Balanços n.º 19 – Quadros do Setor e Quadros da Empresa e do Setor: Notas Metodológicas. Série Longa 1995-2013 (ver informação relacionada). Este estudo descreve o conteúdo dos Quadros do Setor, dos Quadros da Empresa e do Setor e da Série Longa dos Quadros do Setor e esclarece os aspetos metodológicos subjacentes à compilação destas séries estatísticas.

Quadros do Setor de 2013

Os Quadros do Setor de 2013 incluem dados de mais de 360 mil empresas, que representam mais de 90% do universo das empresas não financeiras em Portugal (em termos do número de empresas, do volume de negócios e do número de pessoas ao serviço).

É disponibilizada informação para mais de 4.9 mil agregados diferentes (combinações de setor de atividade económica e classe de dimensão das empresas), com níveis de representatividade superiores a 90% na generalidade dos casos. Do total de agregados disponibilizados, uma parte muito significativa (mais de 2 mil) refere-se ao nível mais elevado de detalhe da CAE-Rev.3 (subclasses). 

No período 2010-2013, estão compreendidos nos Quadros do Setor 5 889 agregados. Existe informação disponível para os quatro anos em 4 406 desses agregados.

Lisboa, 27 de novembro de 2014