Está aqui

Banco de Portugal assina carta europeia sobre igualdade, diversidade e inclusão

Bancos centrais e autoridades de supervisão europeus comprometem-se a promover a igualdade de oportunidades, equipas diversas e ambientes de trabalho inclusivos.

O Banco de Portugal assinou a Carta para a Igualdade, Diversidade e Inclusão do Sistema Europeu de Bancos Centrais e do Mecanismo Único de Supervisão, hoje publicada pelo Banco Central Europeu.

Na Carta, bancos centrais e autoridades de supervisão europeus comprometem-se, enquanto empregadores, a promover a igualdade de direitos e oportunidades, a diversidade das suas equipas e culturas de trabalho inclusivas, em linha com os direitos fundamentais consagrados no Tratado da União Europeia.

Este compromisso, público e voluntário, resulta também do reconhecimento de que ambientes de trabalho diversos e inclusivos constituem uma mais-valia na concretização da missão confiada aos bancos centrais e às autoridades de supervisão na União Europeia, ao serviço de populações com histórias, línguas e culturas diversas.

Recorde-se que o Banco de Portugal é membro fundador da ESCB & SSM Diversity Network, uma rede dinamizada pelo Banco Central Europeu que tem como objetivos potenciar a colaboração entre os membros do Sistema Europeu de Bancos Centrais e do Mecanismo Único de Supervisão e fomentar a partilha de boas práticas na promoção da igualdade. Também participa no iGen — Fórum Organizações para a Igualdade, no âmbito do qual assumiu o compromisso de incorporar nas estratégias e nos modelos de gestão os princípios da igualdade entre mulheres e homens no trabalho.

 

A Carta para a Igualdade, Diversidade e Inclusão do Sistema Europeu de Bancos Centrais e do Mecanismo Único de Supervisão pode ser consultada aqui