Historical Archive
PT | EN

Contabilidade com o Exterior

Available actions

Reader available actions

 

Contabilidade com o Exterior

Description details

Description level

Subfond   Subfond

Reference code

PT/BP/BP-CEXT

Dimension and support

Livros e Caixas ; Centímetros

Producer

Serviço de Contabilidade com o Exterior

Biography or history

O serviço de registo de operações contabilísticas com os correspondentes do Banco no estrangeiro esteve inicialmente associado à Repartição de Contabilidade Geral. Embora esta repartição contivesse várias divisões na sua dependência, somente em 07 de Fevereiro de 1933, com o projeto de reforma dos serviços, a responsabilidade da contabilização de valores à cobrança, das operações com o país e das operações com o estrangeiro surgiu efetivamente associada à Repartição.

Fruto do desenvolvimento organizacional e da necessidade de especialização dos serviços, em 09 de Março de 1934, o Conselho de Administração criou na alçada da Repartição de Contabilidade Geral as divisões de Contabilidade das Operações com o Estrangeiro e a de Contabilidade das Operações com o País. Assim, a Repartição ficou constituída pelo Secretariado do Conselho, pela Divisão de Contabilidade Central, pela Divisão de Contabilidade Fabril, pela Divisão de Contabilidade das Operações com o Estrangeiro, pela Divisão de Contabilidade das Operações com o País e pela Divisão de Depósitos à Ordem e com Caução.

Em 1963, por decisão do Conselho de Administração datada de 28 de Junho, a Repartição de Contabilidade Geral passou a designar-se por Direção de Serviços de Contabilidade Geral, mantendo a essência da estrutura que a antiga Repartição detinha.

Em 29 de Dezembro de 1978, extintos os correspondentes do Banco, com a nacionalização do sector da banca nacional e as novas funções do Banco de Portugal, a Direção de Serviços detinha na sua dependência o Serviço de Contabilidade das Operações, à qual a Divisão de Contabilidade com o Estrangeiro estava dependente. Por sua vez, esta divisão tinha a seu cargo a Secção de Contas Correntes, a Secção de Posições, a Secção de Operações de Crédito Externo e a Secção de Operações de Ouro, Depósitos a Prazo e Organismos Internacionais.

Pela NAP 18/80, de 30 de Setembro, a Direção de Serviços passou a designar-se por Direção de Serviços de Contabilidade (DCT), estando o Serviço de Contabilidade com o Exterior na sua dependência. Segundo esta Norma Permanente, o Serviço de Contabilidade com o Exterior detinha na sua dependência as secções de Contas Correntes e de Posições, bem como a Divisão de Operações Especiais com o Exterior com duas secções: a Secção de Operações de Crédito Externo e a Secção de Aplicações, Operações sobre Ouro e com Organismos Internacionais.

Em 17 de Setembro de 1985, o Conselho de Administração aprovou uma nova estrutura orgânica, extinguindo a Direção de Serviços. Segundo a NAP 1/86, de 15 de Janeiro, a antiga Direção de Serviços de Contabilidade deu origem ao Departamento de Contabilidade e Controlo Orçamental (DCT). Na sua dependência, para além de outros serviços, tinha o Serviço de Contabilidade Geral, composto pela Divisão de Contabilidade do Exterior e pela Divisão de Contabilidade do País. O serviço de contabilização com o exterior tinha ainda na sua dependência a Secção de Posições e Controlo do Processamento, a Secção de Contas Correntes e a Secção de Registos Especiais.

Embora em 1989 o Departamento tenha sido reestruturado, o Serviço de Contabilidade Geral e a Divisão de Contabilidade com o Exterior mantiveram a sua estrutura.

Arrangement

Cronológico

Language of the material

Português

Alternative form available

Nenhuma

Related material

BP/DES - Departamento de Estrangeiro ; BP/DRI - Departamento de Relações Internacionais

Notes

Documentação parcialmente tratada.