Historical Archive
PT | EN

Sociedade Cambista José Bonniz, Sociedade Anónima de Responsabilidade Limitada

Available actions

Reader available actions

 

Sociedade Cambista José Bonniz, Sociedade Anónima de Responsabilidade Limitada

Description details

Description level

Subsubfond   Subsubfond

Reference code

PT/BP/BP-DSP-SCJB

Production dates

1924-03-05  to  1984-09-18 

Dimension and support

1 Caixa ; Papel

Biography or history

A origem da Sociedade Cambista José Bonniz, SARL remonta a 10 de julho de 1833, sendo uma das mais antigas casas cambistas lisboetas.

Segundo os estatutos de 14 de maio de 1923, a sede encontrava-se instalada na Rua do Comércio, em Lisboa, e a firma girava sob a forma jurídica de sociedade anónima de responsabilidade limitada. O objeto principal era o negócio cambista de fundos, moedas e todas as operações relacionadas e autorizadas por lei, excluindo as operações de natureza bancária.

Tendo resistido às inúmeras crises económicas e financeiras que assolaram o País na segunda metade do século XIX e nas primeiras décadas do século XX, em 05 de março de 1924, ao abrigo do art.º 3º do Decreto nº 9461, de 01 de março de 1924, requere autorização para continuar a exercer a atividade cambista. Esta pretensão foi-lhe deferida por Despacho de 10 de março desse ano. Nesse mesmo dia é emitida a licença que concede autorização à Sociedade Cambista José Bonniz para negociar em títulos, cupões, ouro, prata e moedas nacionais, e em notas e modas estrangeiras. Renovada a licença em 07 de agosto de 1925, em 1928, por Despacho de 05 de janeiro, foi-lhes estabelecida a caução em 40.000$00.

Em setembro de 1939 a sede da sociedade é transferida para a Rua Augusta e por requerimento de 14 de junho de 1940 é requerida alteração ao pacto social, de modo a dotar a sociedade de uma maior atualidade face à realidade da época. Deferida a modificação dos seus estatutos, por Despacho de 10 de agosto de 1940, a alteração foi concretizada nas notas de Eugénio da Carvalho e Silva, em 24 de agosto de 1940, tendo algumas disposições relativas à gestão da firma sido alteradas e o capital social elevado para 480.000$00, dividido em 4.800 ações de 100$00, cada.

Com vista a desenvolver a atividade junto dos seus clientes e a diversificar as operações e o negócio, a 04 de julho de 1956 foi apresentado um requerimento onde era solicitada a autorização para a transformação da casa cambista numa casa bancária. Contudo, o processo não teve andamento por parte da tutela.

Em dezembro de 1963, atendendo às novas disposições legais, a caução da firma é elevada para 100.000$00.

Após abril de 1974 a situação económica e política do país alterou-se profundamente. Em 1975, a banca nacional foi nacionalizada e em 1976, pelo Decreto- nº 167/76, de 01 de março, todas as autorizações concedidas às casas de câmbios para o exercício do seu comércio, foram canceladas, com efeitos a partir de 30 de junho desse ano.

A sociedade em 03 de fevereiro de 1977 requereu o levantamento da caução prestada para o exercício da atividade cambista.

Arrangement

Cronológico

Alternative form available

Nenhuma