Historical Archive
PT | EN

Caixa de Crédito Portuense

Available actions

Reader available actions

 

Caixa de Crédito Portuense

Description details

Description level

Subsubfond   Subsubfond

Reference code

PT/BP/BP-DSP-CCP

Production dates

1926-10-18  to  1988-01-13 

Dimension and support

3 Livros e 1 Caixa ; Papel

Biography or history

As origens da Caixa de Crédito Portuense remontam ao ano de 1849 e à fundação da Associação Industrial Portuense.

Um grupo de notáveis desta associação solicitou a instalação de uma caixa de crédito de socorros mútuos, que seria criada em 1856. Esta caixa tinha por fim o socorro e cooperação mútua entre os seus associados, através da prestação de socorro aos doentes e impossibilitados de trabalhar, e a prestação de auxílio económico aos associados carenciados, quer através do estabelecimento de pensões, quer no auxílio em funerais.

Em 29 de janeiro de 1858, por Alvará do rei D. Luís foram aprovados os primeiros estatutos, tendo a Caixa oficialmente iniciado as atividades em 29 de maio de 1859 sob a designação de Caixa Económica e Banco de Crédito Industrial da Associação Industrial Portuense.

A designação de Caixa de Crédito Portuense é uma designação tardia e fruto de algumas alterações ao longo dos anos: entre 1858 e 1892, denominava-se Caixa de Crédito de Socorros Mútuos da Associação Industrial Portuense e desde 20 de Junho de 1892, Caixa de Crédito Portuense.

Com a sede instalada na cidade do Porto, a sua localização foi variando, tendo, a partir dos anos 50 do século XX, ficado instalada na Rua do Cativo.

Os seus estatutos sofreram alterações como forma de dar resposta às novas exigências e desafios criados a estas instituições de previdência. Assim, a primeira reforma dá-se em 1892, aprovada por Alvará de 21 de julho. A reforma estatutária de 1921 (Alvará de 01 de abril) institui à Caixa de Crédito Portuense uma área definida para operar, podendo ser considerada uma instituição de carácter regional. Segundo os estatutos, a caixa era um meio para que a Associação de Socorros Mútuos, à qual pertencia, subsidiasse e ajudasse os sócios.

Em 1932 nova reforma foi realizada devido às alterações legislativas da época, que impunha um número mínimo de associados para a sua manutenção e existência. Em 1947, por Alvará de 12 de agosto, são aprovados os novos estatutos da Caixa de Crédito Portuense.

A instituição no decurso da sua vigência teve uma vida financeira saudável. Mesmo nos períodos mais complicados, conseguiu subsistir às dificuldades, graças ao número de associados que frequentemente ultrapassava o milhar.

A Caixa encerrou em novembro de 1993.

Arrangement

Cronológico

Alternative form available

Nenhuma