Historical Archive
PT | EN

Banco Standard Totta de Moçambique

Available actions

Reader available actions

 

Banco Standard Totta de Moçambique

Description details

Description level

Subsubfond   Subsubfond

Reference code

PT/BP/BP-DSP-BSTM

Production dates

1966-06-30  to  1974-03-23 

Dimension and support

1 Caixa ; Papel

Biography or history

O Banco Totta-Aliança, no decurso dos anos 60 do Séc XX expandiu-se para os territórios ultramarinos e participou na criação de duas entidades: o Banco Standard Totta de Moçambique, com sede em Lourenço Marques, e o Banco Totta Standard de Angola, com sede em Luanda.

Assim, o Decreto nº 47065, de 30 de junho de 1966 (Diário do Governo, I série, do mesmo dia), autoriza a constituição e exercício na província de Moçambique do Banco Totta Standard de Moçambique, constituído juridicamente como sociedade anónima de responsabilidade limitada. O Banco Totta-Aliança contou com o apoio do The Standard Bank of South Africa, Limited, com quem estabeleceu uma aliança.

Os estatutos foram publicados em Diário do Governo, III série, de 04 de julho de 1966. Segundo estes, a instituição tinha a sua sede em Lourenço Marques, estando autorizada a estabelecer as dependências, agências, sucursais ou outro tipo de representação que entendesse. O objeto social do Banco Standard Totta de Moçambique era o exercício da atividade bancária, com o competente comércio de câmbios, e a realização continuada e regular de operações de crédito a médio e longo prazo. Foi estabelecido com o capital inicial de 75.000 contos, subscrito por 150.000 ações com o valor nominal de 500$00, cada.

O banco, em Moçambique, prestou um relevante apoio aos setores agrícola e industrial.

Desde cedo, o crescimento da instituição foi notório. Em 1968, para além da sede e de duas dependências urbanas instaladas em Lourenço Marques, o banco detinha já uma importante rede de balcões: na Beira, onde estava uma filial, e agências em António Enes, Luabo, Marromeu, Nacala, Nampula, Ilha de Moçambique, Quelimane, Tete e Vila de Nova Lusitânia.

Em simultâneo com o aumento dos negócios, o banco foi elevando o capital social. Assim, em julho de 1968 é requerido o aumento do capital social para 112.500 contos.

Em 17 de setembro de 1968, o Banco Totta-Aliança vende 10% da sua participação ao Banco Fonsecas & Burnay.

A revolução de abril de 1974 trouxe uma alteração na conjuntura política interna do país.

Em 1975, após a independência da província de Moçambique foi criado o Banco de Moçambique, como banco emissor. Em 1977, o governo moçambicano nacionalizou quase todos os bancos que operavam no território, incorporando-os no Banco de Moçambique. Permitiu contudo, que o Banco Standard Totta de Moçambique permanecesse privado.

Em 2004, o Banco Standard Totta de Moçambique foi vendido à Stanbic Africa Holding, subsidiária do grupo Standard Bank Group. Com esta venda, o grupo financeiro português sai, definitivamente do capital do Banco Standard Totta de Moçambique, que entretanto adota a designação de Standard Bank Moçambique, mantendo-se ainda hoje em atividade.

Arrangement

Cronológico

Alternative form available

Nenhuma

Related material

Para infromações complementares ver também IGCS/BTALI - Banco Totta-Aliança e BP/DSP/BTSA - Banco Totta-Standard de Angola.