Está aqui

Organograma

 
Gabinete do Governador (GAB)
O GAB presta apoio de natureza técnica ao Governador. É o interlocutor do Banco de Portugal para as relações institucionais com o Governo, a Assembleia da República e outras instituições.
Diretora: Marta Abreu
 
Secretariado-Geral e dos Conselhos (SEC)
O SEC integra os serviços que desenvolvem funções de apoio direto ao Conselho de Administração e assegura o funcionamento do Conselho de Administração, do Conselho de Auditoria e do Conselho Consultivo.
Diretor: José Queiró
 
Departamento de Auditoria (DAU)
O DAU tem por missão essencial a verificação e apreciação da atividade de todas as unidades de estrutura e de apoio do Banco (Sede, Filial e Delegações Regionais e Agências).
Diretor: José Cordeiro Gomes
 
Departamento de Averiguação e Acção Sancionatória (DAS)
O DAS tem como missão o desenvolvimento de ações de natureza reativa ou contraordenacional, conducentes ao cumprimento, pelas entidades supervisionadas, das normas ou das determinações a que estão obrigadas e que, por qualquer motivo, não estão a ser observadas ou integralmente satisfeitas, bem como assegurar a supervisão legalmente atribuída ao Banco de Portugal, em matéria de prevenção do branqueamento e do financiamento do terrorismo.
Diretor: João Raposo
 
Departamento de Comunicação e Museu (DCM)
O Departamento de Comunicação e Museu tem como missão principal elaborar e executar o plano estratégico de comunicação e de sustentabilidade do Banco, bem como desenvolver o Museu do Dinheiro, em conjunto com os restantes departamentos.
Diretor: Bruno Proença
 
Departamento de Contabilidade e Controlo (DCC)
O DCC tem por missão essencial definir e gerir o sistema contabilístico-financeiro do Banco e assegurar o controlo interno contabilístico.
Diretor: José Pedro da Silva Ferreira
 
Departamento de Emissão e Tesouraria (DET)
O DET tem como missão fundamental gerir a moeda legal necessária à economia nacional, através da definição, propositura e implementação de estratégias e políticas no domínio da conceção, produção, distribuição e saneamento do meio circulante, de acordo com orientações superiores e em estreita articulação com os princípios estipulados na Lei Orgânica do Banco, por forma a adequar a respetiva evolução às orientações da política monetária. O DET assegura a gestão e coordenação do Complexo do Carregado, da Filial no Porto e da Rede Regional.
 
Departamento de Estabilidade Financeira (DES)
O DES tem por missão desenvolver as atribuições e competências previstas na Lei Orgânica do Banco de Portugal, Regime Geral das Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras (RGICSF) e demais legislação, no que se refere ao exercício das funções relacionadas com a estabilidade financeira, política macroprudencial e regulatória, e de autoridade de resolução nacional.
Diretora: Ana Cristina Leal
 
Departamento de Estatística (DDE)
O DDE tem por missão essencial a elaboração e divulgação das Estatísticas Monetárias e Financeiras, das Estatísticas da Balança de Pagamentos, das Contas Nacionais Financeiras e a gestão das Centrais de Balanços e de Responsabilidades de Crédito.
Diretor: António Marques Garcia
 
Departamento de Estudos Económicos (DEE)
O DEE tem por missão essencial o aconselhamento sobre política monetária no contexto do Eurosistema e a elaboração de análises e estudos económicos sobre temas relevantes da economia portuguesa e da área do euro.
Diretora: Isabel Horta Correia
 
Departamento de Gestão e Desenvolvimento de Recursos Humanos (DRH)
O DRH tem por missão perspetivar e garantir a adequação e desenvolvimento dos recursos humanos necessários ao funcionamento do Banco. Gere ainda as estruturas orgânicas e os postos de trabalho, visando uma ação integrada nos processos de desenvolvimento organizacional.
Diretor: Pedro Raposo
 
Departamento de Gestão de Risco (DGR)
O Departamento de Gestão de Risco (DGR) tem por missão a identificação, avaliação e controlo, de uma forma global e integrada, dos riscos associados à atividade do Banco de Portugal, por forma a assegurar que os mesmos se mantêm em níveis consistentes com o perfil e grau de tolerância ao risco definido pelo Conselho de Administração do Banco.
 
Departamento de Mercados e Gestão de Reservas (DMR)
O DMR tem como missão principal a execução, a análise, o controlo e o processamento das operações de política monetária e cambial única e de gestão de reservas, bem como a participação do Banco de Portugal nos correspondentes órgãos de coordenação técnica do Sistema Europeu de Bancos Centrais (SEBC).
Diretora: Helena Adegas
 
Departamento de Sistemas e Tecnologias de Informação (DSI)
O DSI tem como missão prestar serviços ao Banco em matéria de Informação, numa perspetiva tecnológica, prosseguindo esforços para garantir a sua qualidade, disponibilidade e coerência.
Diretor: António Jacinto Marques
 
Departamento de Relações Internacionais (DRI)
O DRI tem como missão coordenar e apoiar tecnicamente as atividades a desenvolver no âmbito das relações internacionais do Banco, em articulação com os outros Departamentos nas suas áreas específicas de atuação, particularmente no que respeita às relações com Organismos Internacionais e outros Bancos Centrais e à cooperação, assistência técnica e relações financeiras com os países em desenvolvimento.
Diretora: Sílvia Luz
 
Departamento de Serviços de Apoio (DSA)
O DSA gere um conjunto de atividades de apoio, de carácter técnico e administrativo, de modo a assegurar ao Banco a afetação racional dos meios necessários ao seu funcionamento.
Diretor: Diogo Macedo
 
Departamento de Serviços Jurídicos (DJU)
O DJU presta serviços jurídicos em todas as matérias de relevância jurídica suscitadas no Banco de Portugal.
Diretor: Pedro Machado
 
Departamento de Sistema de Pagamentos (DPG)
O DPG tem por missão essencial assegurar a intervenção do Banco de Portugal nos sistemas de pagamento e liquidação interbancária e de títulos, aos níveis nacional e internacional, e exercer as funções atribuídas por lei ao Banco de Portugal relativas à utilização do cheque.
Diretor: Jorge Manuel Egrejas Francisco
 
Departamento de Supervisão Comportamental (DSC)
O DSC tem por missão a regulação e fiscalização da conduta das instituições financeiras sujeitas à supervisão do Banco de Portugal no âmbito das relações com os seus clientes, aquando da divulgação e comercialização dos produtos e serviços bancários a retalho, e o desenvolvimento de iniciativas de informação e formação dos clientes bancários.
Diretora: Maria Lúcia Leitão
 
Departamento de Supervisão Prudencial (DSP)
O DSP tem por missão desenvolver as atribuições e competências previstas na Lei Orgânica do Banco de Portugal, no Regime Geral das Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras (RGICSF) e demais legislação, no que se refere à supervisão microprudencial, em base individual e consolidada, das instituições de crédito, sociedades financeiras e outras entidades tipificadas na lei.
Diretor: Luís Costa Ferreira

 

Tags