Some dynamic actions script.
www.bportugal.pt
Imagem com a fachada da Sede do Banco de Portugal

Menu de contexto

Recrutamento

Nesta página é dada a possibilidade de efetuar a sua candidatura eletrónica ao Banco de Portugal.

O Banco de Portugal assegura a confidencialidade e o sigilo da informação recebida, garantindo a manutenção de elevados níveis de segurança no seu sítio institucional e o tratamento dos dados facultados, quer pessoais quer profissionais, dentro da máxima confidencialidade.

Técnico superior para a Área de Relações Internacionais

O Banco de Portugal admite técnico superior para o desempenho de funções nas áreas de Economia e Relações Internacionais, no Departamento de Relações Internacionais.
 
Principais responsabilidades inerentes à função:
• Acompanhamento das agendas dos principais organismos internacionais com representação do Banco de Portugal e organização de dossiês para as respetivas reuniões e procedimentos;
• Preparação de relatórios técnicos sobre temas de agendas de organismos internacionais, de sínteses e reportes de reuniões, e de elementos de informação sobre a atividade internacional do Banco;
• Apoio à comunicação interna e externa do Banco de Portugal no quadro das relações internacionais.
 
PERFIL REQUERIDO
• Mestrado em Economia ou Finanças, ou habilitação equivalente, com média igual ou superior a 14 valores;
• Experiência profissional relevante, no mínimo de três anos, nas áreas de Economia e Relações Internacionais, valorizando-se o curriculum nas matérias de análise económica de conjuntura e de representação e contacto internacional;
• Proficiência nas línguas portuguesa e inglesa (faladas e escritas), exibindo padrões de fluência profissional e clareza na comunicação, incluindo capacidade de preparação de relatórios e apresentações em ambas as línguas e revisão técnica de documentos traduzidos;
• Interesse e atualização permanente sobre os desenvolvimentos da economia e finanças globais e das principais economias;
• Facilidade de comunicação, argumentação e negociação em ambiente internacional, e com interlocutores diversificados em termos institucionais e hierárquicos;
• Capacidade para trabalhar com autonomia;
• Bons conhecimentos de informática na ótica do utilizador.

PROPORCIONAMOS
A possibilidade de trabalhar numa instituição de referência, que se enquadra num contexto de atuação de âmbito internacional e que privilegia a realização e o desenvolvimento dos seus colaboradores.
Condições remunerativas compatíveis com a experiência e a responsabilidade da função a desempenhar.
 
CANDIDATURA
Se reúne as condições requeridas, poderá apresentar a sua candidatura, até ao próximo dia 13/05/2015 (inclusive), através do preenchimento da ficha de candidatura eletrónica e respetivo anexo, disponíveis na página do Banco de Portugal:
www.bportugal.pt/pt-PT/OBancoeoEurosistema/Recrutamento
Em caso de dificuldade no preenchimento ou no envio da ficha de candidatura eletrónica, por favor contacte o Banco de Portugal pelo telefone +351 213 130 500 (disponível nos dias úteis entre as 8h30 e as 16h30).

Investigadores doutorados em Economia

O Banco de Portugal admite investigadores doutorados em Economia, especialistas na utilização de microdados ou no desenvolvimento de técnicas econométricas para exploração de microdados.
Estas funções são desenvolvidas no Laboratório de Investigação em Microdados (BPLim) sediado na Filial do Banco de Portugal, no Porto.
 
O BPLim é uma estrutura de investigação integrada no Departamento de Estudos Económicos, que tem por objetivo principal apoiar a produção de projetos de investigação e estudos sobre a economia portuguesa.
As responsabilidades inerentes à função incluem: i) construir e disponibilizar bases de microdados para os investigadores;  ii) prestar apoio científico e computacional à investigação suportada na utilização de microdados; iii) promover ações de formação em microeconometria e econometria de dados em painel; iv) divulgar técnicas de estimação econométricas, aplicadas a microdados;  v) apoiar projetos de investigação de investigadores juniores e em início de formação.
 
PERFIL REQUERIDO
• Doutoramento em Economia, com formação geral sólida em teoria económica (aceitam-se candidatos que concluam o doutoramento até ao final do corrente ano letivo, ficando a eventual admissão condicionada à obtenção do referido grau);
• Sólidos conhecimentos de Econometria / Microeconometria;
• Experiência na utilização de microdados para fins de investigação ou no desenvolvimento de técnicas para exploração de microdados;
• Capacidade demonstrada para publicação de artigos de qualidade em revistas académicas internacionais;
• Interesse pelo aprofundamento de conhecimentos técnicos e inovação nas respetivas áreas de especialização;
• Capacidade para trabalhar em equipa;
• Proficiência na língua inglesa (falada e escrita).
 
PROPORCIONAMOS
A possibilidade de trabalhar numa instituição de referência, que se enquadra num contexto de atuação de âmbito internacional e que privilegia a realização e o desenvolvimento dos seus colaboradores.
Condições remunerativas compatíveis com a experiência e a responsabilidade da função a desempenhar.
 
CANDIDATURA
Se reúne as condições requeridas, poderá apresentar a sua candidatura, até ao próximo dia 20/05/2015 (inclusive), através do preenchimento da ficha de candidatura eletrónica e respetivo anexo, disponíveis na página do Banco de Portugal:
www.bportugal.pt/pt-PT/OBancoeoEurosistema/Recrutamento
Em caso de dificuldade no preenchimento ou no envio da ficha de candidatura eletrónica, por favor contacte o Banco de Portugal pelo telefone +351 213 130 500 (disponível nos dias úteis entre as 8h30 e as 16h30).

Acessibilidade [D] Otimizado para uma resolução de 1024x768 pixeis
Banco de Portugal © 2009 Todos os direitos reservados.